Pular para o conteúdo

Faculdade de Farmácia

Alexandre dos Santos Pyrrho

Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1986), graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Federal Fluminense (1991), mestrado em Ciências Biológicas (Biofísica) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1995) e doutorado em Ciências Biológicas (Biofísica) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2001). Atualmente é Professor Titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Revisor de periódico da Revista Brasileira da Sociedade de Análises Clínicas, Revisor de periódico da Revista Brasileira de Farmacognosia (Impresso), Revisor de periódico da Revista Brasileira de Farmácia, Revisor de periódico da Antimicrobial Agents and Chemotherapy (Print), Revisor de projeto de fomento do Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco, Revisor de periódico da Biochemical Pharmacology, Revisor de periódico da Plos One, Revisor de periódico da Journal of Helminthology, Revisor de periódico da World Journal of Gastroenterology e Revisor de periódico da Anais da Academia Brasileira de Ciências. Tem experiência na área de Imunologia, com ênfase em Imunologia Aplicada. Atuando principalmente nos seguintes temas: Esquistossomose, Dexametasona, Schistosoma mansoni, Citocinas.

Pesquisa

O prof. Alexandre Pyrrho é vinculado ao Laboratório de Imunoparasitologia e Análises Toxicológicas (LIPAT) do Departamento de Análises Clínicas e Toxicológicas da Faculdade de Farmácia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Foco principal dos projetos de pesquisa visam o estudo da fibrose hepática na infecção esquistossomótica, com ênfase nos mecanismos e na avaliação de produtos que possam amenizá-la. Ministra disciplinas relacionadas a Parasitologia Clínica.

  1. Ações de tetrametilpirazina e curcumina na infecção experimental esquistossomótica
  2. A combinação de silibina em nanopartículas lipídicas e espermidina no tratamento das sequelas da esquistossomose
  3. Avaliação da ação anti-inflamatória e antifibrótica de nanopartículas sólidas lipídicas contendo silibina e ácido ursodesoxicólico na durante a infecção esquistossomose mansoni em modelo murino.
  4. Avaliação da Toxicidade Aguda Oral de Substâncias, formulações e outros produtos.

Bruna Campanha – IC

Gabriele Perroni – IC

Ensino

Ementa: A disciplina visa apresentar os principais métodos de diagnóstico parasitológico e micológico utilizados, concentrando-se basicamente, nos aspectos morfológicos e nos procedimentos para execução destes métodos. Serão enfatizadas as infecções de maior interesse no quadro sanitário brasileiro.

Ementa: A disciplina envolve aulas de informação, tais como fundamentos taxonômicos, morfológicos e biológicos dos parasitas humanos, que constituem a base para o estudo da epidemiologia, profilaxia e erradicação das doenças parasitárias. Dar-se-á maior importância a biologia, a relação parasito hospedeiro, ao diagnóstico, aos recursos terapêuticos e a profilaxia.

Nas aulas de dinâmica de grupo estarão incluídos seminários, estudos dirigidos e outros sobre as endemias parasitárias mais relevantes.

Ementa: A disciplina envolve aulas de informação, tais como fundamentos taxonômicos, morfológicos e biológicos dos parasitas humanos, que constituem a base para o estudo da epidemiologia, profilaxia e erradicação das doenças parasitárias. Dar-se-á maior importância a biologia, a relação parasito hospedeiro, ao diagnóstico, aos recursos terapêuticos e a profilaxia.

Nas aulas de dinâmica de grupo estarão incluídos seminários, estudos dirigidos e outros sobre as endemias parasitárias mais relevantes.

Ementa:

A disciplina compreende aulas teóricas e práticas contemplando diversas infecções parasitárias endêmicas e emergentes. Serão abordados em profundidade conceitos clínicos, diagnóstico laboratorial e aspectos da epidemiologia, profilaxia e erradicação das doenças parasitárias. Além disso, serão abordados diversos métodos diagnósticos avançados.

Ementa: A disciplina envolve aulas de informação quanto aos diversos grupos de fármacos utilizados para o tratamento das parasitoses humanas, visando a seleção de drogas, bem como sua adequada aplicação.

Extensão

SAPB – Saúde Ambiental, Parasitologia e Bioética

Clique aqui para visitar o site oficial do projeto e conhecer as atividades desenvolvidas.

Parasitologia Clínica – UFRJ

Clique aqui para visitar o site oficial do projeto e conhecer as atividades desenvolvidas.

Contato

Procedimentos Operacionais Padrão

2021

https://farmacia.ufrj.br/wp-content/uploads/2023/04/POP21.01_CTECFAR_FF_Uso_Racional_de_Antimicrobianos_Paula_Chagas_GuaciraMatos.pdf

https://farmacia.ufrj.br/wp-content/uploads/2023/04/POP21.02_CTECFAR_FF_Diagnostico_Molecular_da_Deficiencia_de_6GPD-1_DeboraMenezes_HelenaKeiko.pdf

Livros, e-books e capítulos

Manuais técnicos

Relatórios técnicos

Trabalhos técnicos

Artigos científicos